Matheus Almeida

Perfil

Matheus Almeida
Acupunturista e Fisioterapeuta

Docente do Colégio Brasileiro de Acupuntura (ABACO/CBA)
Aluno Direto do Professor Jean-Marc Eyssalet
Aprimoramento em Medicina Chinesa pelo Institut de Development des Etudes en Energetique et Sinologie (IDEES), França
Aprimoramento no Acupuncture and Moxibustion Hospital Beijing, China.
Aprimoramento em QiGong no Acupuncture and Moxibustion Hospital Beijing, China
Aprimoramento em Fitoterapia nas Fórmulas Magistrais Chinesas - Magali Lobosco.
Aprimoramento em Fitoterapia Chinesa com o Prof. Yi
Especialista em Fitoterapia Chinesa pela Escola Brasileira de Medicina Chinesa (EBRAMEC/CIEFATO)
Especialista em Acupuntura pelo Colégio Brasileiro de Acupuntura (ABACO/CBA)

Pequenos passos:

Iniciei minha paixão pela China quando novo, praticando Kung Fu ainda na adolescência. Durante as aulas aprendi muito sobre o pensamento chinês, logo após conheci o TàiJí Quān, estilo Yáng, acompanhado do QìGōng (exercícios com ênfase na respiração com ou sem movimentos físicos que objetiva o fortalecimento do corpo/mente) me envolvendo ainda mais com o oriente. Ao término da Faculdade de Fisioterapia entrei no mundo da Medicina Chinesa, primeiro estudando a Acupuntura e seguindo para a Fitoterapia Chinesa.

Na Medicina Chinesa aprendi que o que importa não é a doença, mas sim o indivíduo que sofre com a doença. Aprendi que toda transformação parte de um desejo próprio, a cura nasce de uma força de vontade que temos em nós mesmos. Todo profissional da saúde é instrumento e não a cura em si, estamos sujeitos às leis naturais como qualquer outro, somos conhecedores de uma área que talvez nossos pacientes não o são, mas com absoluta certeza eles são conhecedores de uma outra área que nós não sabemos. Assim se faz a vida, um eterno aprendizado pelo amor ou pela dor.

Sei que hoje não temos tempo… é algo raro e precioso, mas se você não tiver tempo para sua saúde, terá para a doença.
Trabalhemos juntos em prol da vida, gozemos saúde e não meramente ausência da doença.

Aluno/Discípulo da Dra Cláudia Ferreira

Reservo aqui um espaço para suas palavras:

“Minha história com a Medicina Chinesa começou quando buscava uma forma de exercer a medicina que pudesse ampliar o olhar para o sofrimento humano, não limitando-se apenas aos aspectos corporais do adoecimento. Ainda na faculdade de medicina, um mestre na arte médica me apresentou a acupuntura. Como boa discípula segui seus passos, estudei e encontrei na Medicina Chinesa o que procurava. Uma medicina que considera em seu corpo de conhecimento todos os diferentes aspectos que compõem uma pessoa, como suas emoções, hábitos de vida, relações inter-pessoais, relação com a natureza e etc e busca estratégias terapêuticas para uma melhor qualidade de vida.

Estudar, praticar e ensinar a Medicina Chinesa sempre foram tarefas muito gratificantes. Durante alguns anos lecionando, conheci muitas pessoas, muitos alunos me chamaram atenção por seu talento, mas um em especial me saltou aos olhos logo nas primeiras aulas, por sua inteligência e sensibilidade: Matheus Almeida. Como eu que um dia segui os passos do meu mestre, Matheus sempre esteve ao meu lado, buscando na minha experiência, respostas para suas indagações. E assim, hoje percebo com muito orgulho que meu discípulo já é um mestre” (Dra. Cláudia Ferreira).

Aluno direto do Dr. Jean Marc Eyssalet, doutor em Medicina pela Universidade de Nantes, França. Pratica acupuntura desde 1975. É membro do College Françias de L’Acunponcture e fundador do I.D.E.E.S. (L’Institute de Dévelopment des Etudes Energétique et Sinologie). Autor de importantes livros e palestra na Universidade de Sorbone.

Aluno direto da Profa Elizabeth Rochat de la Vallée, professora da Escola Européia de Acupuntura com formação em filosofia e profunda connhecedora de textos médicos clássicos chineses. Da aula sobre pensamento chinês antigo no Instituto Ricci. Autora de diversos livros de grande importância na área.

Voltar para o topo
  • " Juntos somos união, separados
    apenas ponto de vista "
    - Bezerra de Menezes -
  • " O Homem espiritualizado que se autoconhece nunca se subestima,
    se diminui, se sente incapaz, é forte no que pensa, fala e faz, não
    tem dúvidas de si mesmo. "
    - Leocádio J Correa -
O Espaço
O espaço
O espaço
O espaço
O espaço
Outras Fotos
O espaço
O espaço
O espaço
Todos os direitos reservados // 2014 Tática Online Cuidado com Carinho pela